Saiba mais sobre emissões acústicas

Saiba mais sobre emissões acústicas
Saiba mais sobre emissões acústicas

Com o avanço da ciência propiciado não só pelos importantes estudos e pela aplicação clínica, mas também pela tecnologia, hoje existem diversos recursos para detectar alterações na audição. Como exemplo, podemos citar o exame das emissões otoacústicas, popularmente conhecido como teste da orelhinha.

As emissões otoacústicas foram descobertas em 1973 pelo inglês David Kemp, que as definiu como a liberação de energia sonora proveniente da cóclea – órgão em forma de caracol localizado no interior da orelha, responsável por receber os sons e enviá-los até o sistema nervoso. Segundo a teoria de Kemp, as ondas otoacústicas estão presentes em todos os ouvidos que funcionam normalmente e deixam de ser detectadas em ouvidos com algum tipo de deficiência. Espontaneamente as células do ouvido produzem essa energia (as chamadas emissões otoacústicas espontâneas – ocorrem em 50% das orelhas normais), mas elas também podem ser provocadas (as chamadas emissões otoacústicas evocadas – ocorrem em 100% das orelhas normais). Dessa forma, é possível emitir um estímulo sonoro para o ouvido e captar as respostas das células auditivas a esse estímulo, detectando possíveis alterações no sistema auditivo periférico.

No Brasil, em 02 de agosto de 2010, foi sancionada a lei nº 12.303 que torna obrigatória a realização gratuita das Emissões Otoacústicas Evocadas (o teste da orelhinha), em todos os hospitais e maternidades, nas crianças nascidas em suas dependências. O diagnóstico precoce em crianças é extremamente importante, principalmente nos primeiros 6 meses de vida, uma vez que a perda auditiva pode levar a alterações irreversíveis do processo de aquisição de linguagem e das habilidades cognitivas.

O teste da orelhinha é um exame simples, não invasivo e totalmente indolor para a criança. Consiste na colocação de uma sonda na parte externa da orelha (como um fone de ouvido) que produz um estímulo sonoro e consegue captar as respostas das células auditivas a esse estímulo (as emissões otoacústicas). O profissional responsável pelo exame analisa as respostas lançadas no computador e avalia a necessidade de repetir o exame após um determinado período para confirmar o resultado ou a necessidade de solicitar exames complementares. A Otodynamics é um exemplo de marca que disponibiliza equipamentos para realizar este exame. Existem diversos modelos modernos, eficientes e portáteis que facilitam o processo de avaliação, diminuem o tempo do exame e ampliam a possibilidade de transporte do equipamento.

Venha nos conhecer

Avenida do Contorno - 2650 - Santa Efigênia | Belo Horizonte - Minas Gerais - CEP 30110-014
(31) 3481 6266
(31) 98611 0785
contato@audiomarca.com.br
facebook.com/Audiomarca
Audiomarca Aparelhos Auditivos - Direitos Reservados 2017